Especialistas em projetos para centros tecnológicos especializados - (CTE Industrial)

Taxa de aprovação 1ª fase CTE Industrial

Centros tecnológicos industriais

Growskills Didactics, é a uma empresa especializada em equipamentos e soluções para o desenvolvimento de competências técnicas. Com uma oferta específica para centros tecnológicos especializados (CTE Industrial). Distribuidor oficial da SMC Training. Oferece um portfólio de produtos de última geração, com as mais inovadoras e recentes tecnologias, usadas nos mais avançados contextos industriais.

Centros tecnológicos especializados

“O principal objetivo da educação é criar pessoas capazes de fazer coisas novas e não simplesmente repetir o que as outras gerações fizeram”

(Jean Piaget)

Saiba mais detalhes

Analise os nossos produtos nas diferentes áreas de formação para CTE Industrial
Indústria 4.0 Growskills
Mecatrónica Growskills
Robótica Growskills
Eletricidade e Controlo Growskills
Hidráulica Growskills
Pneumática Growskills

Pedir Proposta

Fale com um dos nossos especialistas

CTE - Centros Tecnológicos Especializados

Modernização da oferta dos estabelecimentos de ensino e da formação profissional.

2.ª Fase (a decorrer)
Candidaturas: 31 de março a 29 de Maio de 2023
Análise de Candidaturas: 30 de maio a 28 de agosto de 2023

A criação dos Centros Tecnológicos Especializados (CTE) decorrerá entre 2022 e 2025 de acordo com a distribuição anual e territorial prevista.

Pretende-se com este investimento proceder à instalação e modernização de 365 centros tecnológicos especializados em Portugal até 2025.

• Reequipar e robustecer a infraestrutura tecnológica dos estabelecimentos de ensino/escolas com oferta de ensino profissional, através da instalação ou modernização de espaços e equipamentos, amplificando a capacidade instalada dos estabelecimentos de ensino público e privado com oferta de cursos profissionais;

• Pretende-se sobretudo reforçar a atratividade das formações de nível secundário de dupla certificação em domínios de especialização que requerem mão-de-obra muito qualificada e se inserem num processo de mutação tecnológica acelerada pelos desafios da transição climática e da transição digital;

• Modernizar a oferta formativa em linha com as evoluções do tecido produtivo, através da criação de centros especializados em áreas tecnológicas com grande potencial na criação de valor acrescentado;

• Aumentar o número de jovens diplomados em ofertas de dupla certificação de nível secundário e pós-secundário não superior, em especial, em áreas emergentes;

• Investir no desenvolvimento de qualificações/competências para a inovação e renovação industrial;

• Melhorar a articulação vertical entre os vários níveis de educação e formação profissional, contribuindo para a aprendizagem ao longo da vida.

  • Estabelecimentos de ensino público com oferta de cursos profissionais;
  • Escolas profissionais (públicas ou privadas).

  • Território continental;
  • A distribuição dos CTE obedecem ao princípio da cobertura territorial, atendendo à dimensão demográfica;
  • A distribuição dos CTE por por tipologia de beneficiário obedecerá ao princípio de proporcionalidade;
  • A tipologia de CTE por NUT III tem considera o peso percentual que cada tipo de CTE representa, face ao número total.

  • Taxa de financiamento: 100% dos custos elegíveis.
  • Subsídio não reembolsável;

As candidaturas a cada CTE são consideradas elegíveis se o montante de investimento proposto corresponder a pelo menos 50% do montante máximo do apoio por Centro, considerando os montantes máximos de apoio por centro:

  • Centro Tecnológico Industrial – 1,7M€
  • Centro Tecnológico das Energias Renováveis – 1,2M€
  • Centro Tecnológico Informática – 1,1M€
  • Centro Tecnologias Digitais – 1,4M€

São elegíveis, as seguintes despesas:

  • Aquisição de equipamentos destinados à prática educativa e formativa;
  • Modernização da infraestrutura tecnológica, diretamente relacionada com a instalação e funcionamento dos equipamentos destinados à prática educativa e formativa;
  • Apetrechamento e requalificação de espaços e oficinas, diretamente relacionados com a prática educativa e formativa.

  • Custos do beneficiário de qualquer natureza;
  • Pagamentos em numerário;
  • Custos relacionados com a aquisição de equipamentos usados;
  • IVA, juros e encargos financeiros;
  • Custos com a preparação da candidatura.

  • Primeira fase: 2022: de 20 de junho a 31 de agosto (encerrada)
  • Segunda fase 2023: de 31 de março a 29 de maio (a decorrer)
  • Terceira fase 2024: de 01 de março a 29 de abril
  • Cada estabelecimento pode candidatar-se para a criação de um ou mais CTE (por área de especialização) desde que com submissão de forma autónoma e por um único beneficiário;
  • A distribuição dos Centros é feita por NUT III/CIM/AM;
  • Deve existir uma identificação do responsável financeiro ou Contabilista Certificado;
  • Os equipamentos devem respeitar a legislação em vigor, quanto a certificações, marcações CE e segurança;
  • Apresentação da estimativa orçamental para cada CTE, com as várias componentes do investimento;
  • Quando aplicável deve ser anexada a documentação: 1) Evidência de certificação de qualidade; 2) Protocolos de parcerias com outras escolas, instituições e outras entidades empregadoras; 3) Documentação técnica de equipamentos e mobiliário.

Pedir Proposta

Fale com um dos nossos especialistas

Escolher Growskills como parceiro para o seu Centro Tecnológico Industrial

Experiência comprovada

A Growskills é uma empresa com Know-How e experiência comprovada em fornecimento de equipamentos didáticos nas áreas da mecatrónica, robótica e tecnologias da Industria 4.0.

Projeto com responsabilidade

Apresentamos soluções com grande sentido de responsabilidade. Pensadas para proporcionar uma oferta didática focada para o futuro, que garanta continuidade da qualidade do ensino sempre alinhada com as mais recentes e inovadoras tecnologias.

Equipa Especializada

Temos uma equipa altamente especializada em todas as etapas do processo, desde a fase de projeto e proposta, à formação das equipas de professores e formadores, que terão a grande missão de levar a cabo a aprendizagem das novas tecnologias.

Desenho SIF

Centro tecnológico Industrial